A Maçonaria é uma instituição essencialmente filosófica, filantrópica, educativa e progressista.

É filosófica porque em seus atos e cerimônias tratam da essência, propriedades e efeitos das causas naturais. Investiga as leis da natureza e relaciona as primeiras bases da moral e da ética pura.

É filantrópica porque não está constituída para obter lucro pessoal de nenhuma classe; pelo contrário, suas arrecadações e seus recursos se destinam ao bem estar do gênero humano, sem distinção de nacionalidade, sexo, religião ou raça. Incentiva a busca da felicidade por meio da elevação espiritual e pela tranquilidade da consciência.

É progressista porque, partindo do princípio da imortalidade e da crença em um Princípio Criador Regular e Infinito, não se detém a dogmas, convenções ou superstições. Não impõe obstáculo algum ao esforço dos seres humanos na busca da verdade, nem reconhece outro limite nessa busca senão o da razão com base na ciência.